Eu e meus dixotes

Minha foto
Salvador, Bahia, Brazil
Eduardo Vasconcelos

sábado, 22 de agosto de 2009

Dixote da madrugada

Definitivamente não sou adepto a "guetos"... a cada dia me certifico que acho um saco esses redutos que são feitos para agregar determinados grupos, mas que a meu ver, só servem para segregar ainda mais esses mesmos grupos. É um porre você ir pra um lugar onde só vão negros, ou onde só vão brancos, ou pobres, ou ricos, ou homens, ou mulheres... Vixe!!!! A conversa fica sempre no mesmo tom... as opiniões soam como verdades absolutas, mas não passam de clichês obsoletos... os pré-conceitos gritam desesperadamente, assim como a intolerância a uma diversidade típica do ser humano. Não estou pra isso e não pretendo ceder a isso. Nunca fui assim e não tenho nenhuma pretensão de vir a ser. Prefiro tudo junto e misturado. Outra coisa intragável é essa mania que alguns tem de tentar prever ou explicar demais o comportamento humano... é tão difícil assim entender que gente é imprevisível??? Entender que o comportamento humano é variado??? Que mania de categorizar comportamentos, estabelecer padrões. Se tal pessoa gosta de uma coisa, não pode gostar de outra... se faz tal coisa, não pode fazer outra... eu hein... isso é minimizar a complexidade do comportamento humano pra tentar criar teorias fáceis e muitas vezes fajutas. Pior é que muita gente despreparada segue essas teorias cegamente. É melhor relativizar mais as coisas pra não acabar "comendo mosca". Tô sem paciência nenhuma pra teorias, palpites, verdades absolutas e "irrevogáveis" (dá-lhe Mercadante!!!!), unanimidades... sem saco... vou dormir... tenho dito!

Um comentário:

  1. Sabão crá-crá, sabão cra-crá, não deixa os cabelos do saco enrolar...

    ResponderExcluir